O Mercado Automotivo no Pós-Pandemia

A crise econômica causada pelo Coronavírus afetou diretamente vários setores, entre eles o automotivo. Apesar da queda de faturamento do ano de 2020, causada principalmente pela insegurança, as novas demandas geradas pela pandemia provocaram transformações no setor.

Se por um lado a circulação de pessoas inicialmente diminuiu, por outro as pessoas passaram a evitar o transporte público, preferindo meios de locomoção individuais e mais seguros.  Outro fator a considerar é a questão dos carros de aplicativo: muitas pessoas viram nesse meio uma possibilidade de reagir à crise econômica.

Com essas novas demandas, o reaquecimento do mercado automotivo já está acontecendo. Segundo especialistas, o ano de 2021 será de retomada neste setor, motivada mais ainda pela vacinação em andamento.

O que esperar do Mercado Automotivo nos próximos tempos?

O setor automobilístico é um dos mais importantes da economia brasileira, gerando receita e empregos desde a indústria até o setor de peças e serviços. E o começo de 2021 já mostrou que esse setor terá um bom crescimento neste ano.

Com a readequação de montadoras e a maior procura por veículos, o mercado de seminovos já dá bons sinais desde dezembro. Mas é o mercado de novos que mais terá ganhos neste ano, para os especialistas.

Segundo a Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos Automotores (Fenabrave), a venda de veículos novos aumentará em 15% em 2021. Mas os ganhos não serão apenas na quantidade: a indústria de veículos está apostando em modelos mais rentáveis, o que também significa mais lucros para o setor.

Um exemplo é a venda de SUVs, que quase dobrou no primeiro trimestre de 2021. Essa é uma das categorias que a indústria está explorando mais, já que ela gera uma boa margem de lucro no mercado e entrega alto custo-benefício para o consumidor final.

A remodelação da indústria e readequação do mercado também abrem espaço para mais montadoras estrangeiras, que estão vendo no Brasil uma grande oportunidade de expandir seus negócios.

Isso também pode significar uma disputa mais acirrada no setor de concessionárias. Mesmo assim, as projeções são boas, e este deve ser um ano importante para expansão do mercado.

Como aproveitar a boa fase?

Especialistas afirmam que o reaquecimento das vendas e a recuperação do setor podem não significar necessariamente um aumento nas vendas. Vai ser preciso que os concessionários se readaptem a diversas formas de atender o cliente para fazerem parte desse crescimento.

Vai ser necessário um bom planejamento e organização para saber aproveitar os bons ventos que se aproximam. Acompanhar as tendências do mercado e expandir a atuação para o máximo de meios possíveis vai garantir que as concessionárias aumentem seu faturamento e façam mais negócios.

Isso porque um dos setores que também teve alta com a pandemia foi o mercado digital. Várias empresas aproveitaram o meio digital para se manterem durante o período de pandemia, muitos até atendendo de portas fechadas.

A pandemia forçou mais pessoas a estarem por mais tempo na internet. A grande transformação para as vendas aconteceu ali: mesmo o consumidor leigo está passando mais tempo conectado. Isso também significa que se dará melhor na venda quem conseguir ter o melhor relacionamento com esse potencial cliente no meio digital.

Quer aprender a se destacar no digital e melhorar seus resultados? Então baixe nosso e-book gratuito, desenvolvido aqui na Bons de Briga, que reúne conceitos práticos para você melhorar sua presença digital e captar mais clientes!

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

veja também:

Open chat